quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Férias com Ciência - Pavilhão do Conhecimento


No Pavilhão do Conhecimento, o Pai Natal aguarda a chegada dos pequenos exploradores com uma série de desafios científicos: desvendar o mistério das letras desaparecidas, jogar com probabilidades, comunicar através de código morse, testar reações químicas, pôr à prova o equilíbrio numa exposição arriscada, e muito, muito mais.
As inscrições estão abertas!

PÚBLICO-ALVO: crianças entre os 6 e os 12 anos
PERÍODO DE REALIZAÇÃO: de 19 a 30 de Dezembro de 2016 (cada dia tem uma temática diferente)
HORÁRIO DE REALIZAÇÃO: das 09.00 às 18.30 (as crianças são recebidas a partir das 08.30)
Consulte o programa.
Consulte as normas.
Consulte a ementa.



terça-feira, 6 de dezembro de 2016

DICIONÁRIO DE PERSONAGENS DA FICÇÃO PORTUGUESA



EGA, JOÃO DA  (JOSÉ MARIA EÇA DE QUEIRÓSOS MAIAS)
          Personagem com grande relevância na ação d’Os Maias, João da Ega participa nos mais destacados episódios da história relatada, em dois planos: no plano da ação social, João da Ega aparece no tempo em que Carlos da Maia vive em Lisboa, no período de 1875-1877, remontando a sua relação de amizade com o protagonista aos tempos estudantis de Coimbra; no plano da intriga, Ega pertence ao restrito número de personagens que conhecem de perto a ligação amorosa de Carlos com Maria Eduarda e o incesto que vem a ser revelado…

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Livros em trânsito de 5 a 7 de Dezembro na ESFN


No Agrupamento Fernando Namora: Plasticologia marinha - Oceanário de Lisboa

Os alunos das escolas EB1/JI da Brandoa, Sacadura Cabral e a EB2/3 Sophia de Mello Breyner Andresen vão participar numa ação didática na área da educação ambiental, intitulada Plasticologia Marinha, que tem por objetivo sensibilizar e educar os alunos para a problemática do plástico nos oceanos.
Desta forma, o Oceanário de Lisboa executa uma das suas missões: contribuir para elevar a literacia dos Oceanos em Portugal, promovendo o conhecimento dos oceanos e a vontade de contribuir para a sua conservação.
Esta ação de 120 minutos representa uma mais-valia para os alunos, sensibilizando-os para a necessidade urgente de rever a sua relação com o plástico, agindo de forma a garantir um futuro sustentável e em equilíbrio com a natureza, através de alteração de comportamentos.



quarta-feira, 23 de novembro de 2016

“Poema das Folhas Secas de Plátano”


As folhas dos plátanos
desprendem-se e lançam-se na aventura do espaço,
e os olhos de uma pobre criatura
comovidos as seguem.
São belas as folhas dos plátanos
quando caem, nas tardes de Novembro

contra o fundo de um céu desgrenhado e sangrento.
Ondulam como os braços da preguiça
no indolente bocejo.
Sobem e descem, baloiçam-se e repousam,
traçam erres e esses, ciclóides e volutas,
no espaço escrevem com o pecíolo breve,
numa caligrafia requintada, o nome que se pensa,
e seguem e regressam,
dedilhando em compassos sonolentos
a música outonal do entardecer.
São belas as folhas dos plátanos espalhadas no chão.


Eram lisas e verdes no apogeu
da sua juventude em clorofila,
mas agora, no outono de si mesmas,
o velho citoplasma, queimado e exausto pela luz do Sol,
deixou-se trespassar por afiados ácidos.
A verde clorofila, perdido o seu magnésio,
vestiu-se de burel,
de um tom que não é cor,
nem se sabe dizer que nome tenha,
a não ser o seu próprio,
folha seca de plátano.
A secura do Sol causticou-a de rugas,
um castanho mais denso acentuou-lhe os nervos,
e esta real e pobre criatura
vendo o solo coberto de folhas outonais
medita no malogro das coisas que a rodeiam:
dá-lhes o tom a ausência de magnésio;
os olhos, a beleza.


António Gedeão

Dia Nacional da Cultura Científica - 24 de novembro 2016

O Dia Nacional da Cultura Científica foi instituído pelo antigo Ministro da Ciência e Tecnologia, José Mariano Gago, em 1996 em homenagem a Rómulo de Carvalho/António Gedeão, professor, divulgador de ciência e poeta.
No dia 24 de Novembro, pelas 12.30, realizar-se-á a cerimónia de atribuição do topónimo Largo José Mariano Gago frente ao Pavilhão do Conhecimento - Centro Ciência Viva, no Parque das Nações, em Lisboa. Este homenagem acontece no Dia Nacional da Cultura Científica e no âmbito das celebrações da Semana da Ciência e da Tecnologia.
Alunos de várias escolas irão plantar simbolicamente no largo um plátano oriental (Platanus orientalis), árvore que acompanha o conhecimento.

Tiago Carvalho Rosa, bisneto de Rómulo de Carvalho, fará a leitura do “Poema das Folhas Secas de Plátano”, de António Gedeão.

Neste dia a entrada no Pavilhão do Conhecimento é gratuita.
Consulte as 160 acções que decorrem em todo o país no Dia Nacional da Cultura Científica


segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Isto é Matemática - T11E01 - “Google, Googol e Googolplex”

CIRCO MATEMÁTICO NO MUSEU - 23 de novembro

Com cordas, cartas ou dados, um conjunto de artistas mostram como é possível fazer magia recorrendo à Matemática, a Matemagia. Tão divertido quanto pedagógico, numa aplicação da matemática a ambientes divertidos e descontraídos.
As sessões do circo estão de volta ao Museu Nacional de História Natural e da Ciência. Recebemos grupos escolares, do 1.º, 2.º e 3.º ciclos do ensino básico ou ensino secundário, mas também público em geral.

Sessões às 10h00, 11h00 e às 12h00 (cada sessão tem a duração de 1h).
Quando:
Quarta, 23 Novembro, 2016 -
10:00 a 13:00
Onde:
Auditório Manuel Valadares | Museu Nacional de História Natural e da Ciência

Preço: 2€ por participante (é necessário inscrição prévia)


Informações e marcações:
213 921 808 | geral@museus.ulisboa.pt
  

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Literacia 3 D - 2ª edição (2016/2017)

Na 2ª edição, inscreveram-se cerca de 90 mil alunos do 2º e 3º ciclos do Ensino Básico, envolvendo mais de 750 escolas de todo o país, incluindo as escolas do nosso Agrupamento. 
De 21 a 25 de novembro, realizar-se-ão as provas de Leitura (5ºano), Matemática (6º ano) e Ciência (7º ano).

Felicitamos, desde já, os alunos participantes!

Educar não é Fácil… a sua participação é Fundamental!

A Equipa do SPO (Serviço de Psicologia e Orientação) do Agrupamento, convida os Pais e Encarregados de Educação a estarem presentes na 1ª Sessão Parental que se realiza no dia 23 de novembro às 17h30 na EB1/JI Sacadura Cabral.
Consulte aqui o folheto.


sexta-feira, 11 de novembro de 2016

CONCURSO NACIONAL DE LEITURA 2016/2017, 11ª EDIÇÃO

Estão abertas as inscrições para os alunos do 3º ciclo da Escola Secundária Fernando Namora participarem na primeira fase do  Concurso Nacional de Leitura. Inscrevam-se na Biblioteca e/ou com o respectivo professor de Português até dia 30 de novembro.

As obras selecionadas para a 1ª fase do concurso, bem como o regulamento a nível de escola serão divulgados em breve.


Rimas de São Martinho - 8º 2

O São Martinho está a chegar
As crianças a cantar
As castanhas a assar
Para a barriga dos meninos agradar

O São Martinho está a chegar
As castanhas estão a assar
As crianças a saltar
Vão comer até rebentar

Castanhas quentinhas
Do lume a estalar
É dia de São Martinho
Vamos cantar e bailar

A fogueira está a arder
As crianças querem comer
Para a barriga encher
E o suminho beber

Ana Cruz e Rodrigo M. 8º 2ª

A castanha na fogueira
Mete-se a saltar
No dia de São Martinho
Não podes faltar!
Jéssica Trindade e Dialikatou 8º 2ª


Na festa de São Martinho
Bebe-se vinho
Mas as crianças
Bebem suminho
Júlia Chen, 8º 2ª

Castanhas quentinhas
No lume a estalar
Pelo São Martinho
Vou comer até me fartar
Pedro Leite 8º 2ª

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

4.ª edição do projeto Liberdade de Expressão e Redes Sociais - Violência no Namoro

A SIC Esperança, em parceria com a Rede de Bibliotecas Escolares e com o apoio da Porto Editora, lança a 4.ª edição do projeto Liberdade de Expressão e Redes Sociais ,  concurso nacional dirigido aos estudantes do 3.º ciclo do ensino básico ou do ensino secundário, com idade igual ou superior a 13 anos.

Os alunos são desafiados a trabalhar sobre o tema da Violência no Namoro, tendo em conta as dimensões da liberdade de expressão , das redes sociais e dos riscos e abusos que decorrem da sua utilização indevida ou transgressora, nomeadamente no âmbito das relações pessoais. 

Propõe-se como base para a reflexão e discussão da temática, a abordagem ao problema feita pelo programa E Se Fosse Consigo?.

O prazo de candidatura e de entrega dos trabalhos na Sic Esperança é 20 de janeiro de 2017.  

Consulta aqui o regulamento.

Como se prolonga a vida aos livros? Restauro e conservação nas bibliotecas escolares

InBlogue RBE

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Dias do Desassossego - 16 a 30 de novembro



De 16 a 30 de Novembro, a Fundação José Saramago e a Casa Fernando Pessoa voltam a trazer para diferentes espaços da cidade de Lisboa os Dias do Desassossego. Cruzando linguagens artísticas, o programa destes Dias faz-se de debates, concertos, leituras, ações de promoção da leitura, poesia e prosa ditas e passeios literários, partindo dos livros, dos seus autores, da leitura e da literatura.
«Uns governam o mundo, outros são o mundo. Entre um milionário americano, com bens na Inglaterra, ou Suíça, e o chefe socialista da aldeia — não há diferença de qualidade mas apenas de quantidade. Abaixo destes estamos nós, os amorfos, o dramaturgo atabalhoado William Shakespeare, o mestre-escola John Milton, o vadio Dante Alighieri, o moço de fretes que me fez ontem o recado, ou o barbeiro que me conta anedotas, o criado que acaba de me fazer a fraternidade de me desejar aquelas melhoras, por eu não ter bebido senão metade do vinho.»
in Livro do Desassossego 

Educação literária. Você já ouviu falar?

Quem deve cuidar da educação literária de uma criança? Qual é o papel da família e da escola nesse processo?

Januária Cristina Alves.
Todos nós podemos e devemos cuidar da educação literária das nossas crianças. Segundo nosso educador maior, o pernambucano Paulo Freire, a leitura do mundo precede a leitura da palavra, ou seja, todos somos os mediadores da leitura do mundo de nossas crianças. Ler para elas, com elas, observar o que nos cerca e conversar, perguntar o que veem e como veem, tudo isso faz parte da educação literária. Sem falar que nosso exemplo é o maior instrumento dessa educação. Uma criança que observa seus pais e professores lendo, percebendo os fenómenos que nos cercam e tentando compreendê-los vai entender que a leitura não só é algo interessante, mas necessário para compreender a nós mesmos e ao mundo em que vivemos.

Leiam  este artigo publicado no blogue da RBE

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Mário de Sá-Carneiro online

“Mário de Sá-Carneiro online”: um site para divulgar a obra do poeta além-fronteiras.
As dezenas de cartas e postais que o poeta enviou a Fernando Pessoa entre 1912 e 1916, o ano em que morreu, estão agora disponíveis para consulta através do site "Mário de Sá-Carneiro online".
In Observador.pt  

O amor

MOTE

Amor é chama que mata,
Sorriso que desfalece,
Madeixa que desata,
Perfume que esvaece.

                    (popular)

GLOSAS

Amor é chama que mata,
Dizem todos com razão,
É mal do coração
E com ele se endoidece.
O amor é um sorriso
Sorriso que desfalece.

Madeixa que se desata
Denominam-no também.
O amor não é um bem:
Quem ama sempre padece.
O amor é um perfume
Perfume que se esvaece.

                  Mário de Sá-Carneiro

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Sismo de lisboa de 1755


O Sismo de 1755, também conhecido por Terramoto de 1755, ocorreu no dia 1 de novembro de 1755, resultando na destruição quase completa da cidade de Lisboa, especialmente na zona da Baixa, e atingindo ainda grande parte do litoral do Algarve e Setúbal. O sismo foi seguido de um maremoto - que se crê tenha atingido a altura de 20 metros - e de múltiplos incêndios, tendo feito certamente mais de 10 mil mortos. Foi um dos sismos mais mortíferos da história, marcando o que alguns historiadores chamam a pré-história da Europa Moderna. Os sismólogos estimam que o sismo de 1755 atingiu magnitudes entre 8,7 a 9 na escala de Richter. 




Pão por Deus ou Halloween

Pão Por Deus - Tradição Portuguesa (SMBA)

O Pão por Deus é um peditório ritual feito por crianças, embora antigamente participassem também os pobres, associado às práticas relacionadas com as refeições cerimoniais do culto dos mortos.
No dia de Todos-os-Santos, 1 de novembro, as crianças saem à rua e juntam-se em pequenos bandos para pedir o Pão por Deus de porta em porta. Recitam versos e recebem como oferenda: pão, broas, bolos, romãs e frutos secos, nozes, amêndoas ou castanhas, que colocam dentro dos seus sacos de pano. 
Esta tradição já era registada no século XV.
(Wikipédia)


Halloween- Tradição Anglo-saxónica (SMBA)
O Halloween é uma festa comemorada hoje na maioria dos países ocidentais mas principalmente nos Estados Unidos, no dia 31 de outubro, véspera do dia de Todos os Santos.   
Esta tradição surgiu entre o povo celta, que acreditava que no último dia do verão (31 de outubro), os espíritos saiam dos cemitérios para tomar posse dos corpos dos vivos. Para assustar estes fantasmas, os celtas colocavam, nas casas, objetos assustadores como, por exemplo, caveiras, abóboras enfeitadas etc.

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Diálogo Poeta e Ceifeira

A propósito do Poema  "Ela canta, pobre Ceifeira" de Fernando Pessoa, as alunas Daniela Monteiro e Carolina Fernandes do 12º 3 criaram o seguinte texto, um diálogo  entre o poeta Fernando Pessoa e a "Ceifeira".


Diálogo Poeta e Ceifeira
Colheita - Ceifeiras, Silva Porto, 1893

Poeta- Pobre ceifeira, porque cantais?
És tão feliz e nem percebeis.
Ceifeira- Isso é inveja?
Poeta - Inveja?
             Inveja da inconsciência,
             Já não tenho paciência!
Ceifeira- Tu estás preso nas tuas rimas, nunca te sentirás realmente feliz!
Poeta- Feliz não é sinónimo de inconsciente.
Infelizmente o conhecimento é insuficiente.
Ceifeira- Antes pobre que um ser que pensa que é gente!
Poeta- Vida de trabalho 
            Vida a tua
            Vida má e crua!
Ceifeira- As minhas mãos estão calejadas pelo esforço de trabalhar…
Já viste que não sou assim tão ignorante?
Tal como tu já estou a rimar…
Poeta- Gozais comigo da forma como rimo?
Ceifeira- Tão culto e não entendeis ironia?
Poeta- Estou impressionado como sabeis o que é ironia?!
Ceifeira- Porque paraste de rimar?
Poeta- As minhas rimas são um desperdício para alguém que não as aprecia.
Ceifeira- A minha arte é cantar, a tua é rimar...
Poeta- Quem somos nós neste mundo?
Ceifeira- Ambos somos insignificantes!

terça-feira, 25 de outubro de 2016

A ideia de pintura na geometria de Almada Negreiros


Terá início no próximo dia 29 de Outubro, pelas 15h30, na Biblioteca da FCT NOVA, um ciclo de seis palestras, de entrada livre, intitulado Almada Negreiros e a Matemática.


1ª palestra - A ideia de pintura na geometria de Almada Negreiros

Orador: Mariana Pinto dos Santos, Instituto de História da Arte (IHA) da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade NOVA de Lisboa (FCSH UNL) 

A partir dos trabalhos de Almada Negreiros dos seus últimos anos, altura em que se focou em pesquisas geométricas por muitos consideradas herméticas e inacessíveis a um público leigo, e altura em que aprofundou os seus estudos sobre os painéis de S. Vicente, proponho relacionar e contrastar esses seus trabalhos com outros momentos da sua vida artística, desde o início do século, procurando refletir sobre a ideia de pintura que se vai desenvolvendo até chegar às suas obras abstratas.

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

AMADORA BD 2016 | 27º Festival Internacional de Banda Desenhada | 21 outubro a 6 novembro


Entre o dia 21 de outubro e 6 de novembro, a cidade da Amadora será mais uma vez a capital da BD.
A programação concentra-se no Fórum Luís de Camões, contando ainda com outros eventos importantes em vários locais da Amadora e Almada.
No Fórum poderá visitar a exposição central sobre “O Espaço e o Tempo na BD”, uma exposição evocativa sobre os 70 anos do Lucky Luke, e uma exposição sobre o autor em destaque, Marco Mendes, vencedor do Prémio Melhor Álbum de Autor Português em 2015.
O Festival oferece um vasto programa de atividades, para pequenos e graúdos, entre workshops, visitas guiadas, cinema de animação, apresentações e lançamentos e uma Feira do Livro.
 Mais informação em https://amadorabd.com/

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

EB1/JI da Brandoa Celebra Semana da Alimentação


A escritora Mayumi Delgado foi até a esta escola apresentar o livro "História de uma Princesa Obesa e de um Dragão que cuspia bolas de sabão". Um actividade no âmbito da Semana da Alimentação. 


Visite o a página do Facebook da EB1/JI da Brandoa e veja a reportagem da TV Amadora